Nossa História


Quem foi Luiza de Oliveira Faria?

Luiza nasceu na cidade mineira de Patrocínio no dia 10 de outubro de 1889. Era filha de Francisca Olímpia Marra e de Augusto Elysio de Faria Leite, professor, farmacêutico e capitão-cirurgião do 234º Batalhão de Infantaria da Comarca de Patrocínio.

Luiza herdou do pai, além da vocação para o magistério, uma base sólida de instrução: latim, português, francês e outras matérias.

Ela e sua família moraram em Araxá no período de 1904 a 1906. Depois foram para a cidade de Carmo do Paranaíba onde se casou com Ozílio Ozório de Oliveira. Do casamento nasceu a filha Geraldina.

Luiza iniciou sua carreira de professora em 1910 a cidade de São Gotardo, onde auxiliou seu pai, lecionando simultaneamente em escola particular e pública. Nesta última, foi nomeada professora interina.

Em 1911 foi transferida para Araxá e efetivada. Nesse mesmo ano, em 28 de setembro, o Grupo Escolar Delfim Moreira foi inaugurado e Luiza foi professora de 1ª a 4ª séries.

Em 1924 afastou-se do magistério e ao retornar, em 1928, não foi atendida no seu pedido de nova efetivação devida a uma recente lei que exigia o diploma de normalista.

Nos anos 29 e 30, Luiza e os filhos se mudaram para Uberaba com a finalidade de ela frequentar o Curso de Aplicação da Escola Normal Modelo.

Terminando o curso, voltou para Araxá e, no Grupo Escolar Delfim Moreira, conseguiu sua efetivação como professora.

Até aposentar-se em 1950, Luiza ocupou os cargos de secretária, bibliotecária, auxiliar efetiva de diretoria e diretora.

Religiosa, participou de várias associações e irmandades.

Consciente dos problemas sociais da cidade, Luiza assumiu a presidência da Associação das Mães de Família e da Associação das Damas de Caridade.

Em 1951, o casal mudou-se para Belo Horizonte onde residiam alguns de seus filhos.

Luiza faleceu em 03 de agosto de 1964.

Em reconhecimento ao trabalho que exerceu na comunidade Luiza teve seu nome eternizado em uma escola estadual.

Texto: Maria Trindade Coutinho Resende Goulart